Justi

Justi
Medida desta vez vai durar por 72 horas; esta é a segunda vez que acontece bloqueio do app no país

Pautando Minas - O juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto, em Sergipe, determinou o bloqueio do aplicativo Whatsapp por 72 horas. Esta é a segunda vez que acontece o bloqueio no país depois que o app foi bloqueado por determinaçõ de um juiz de São Bernardo do Campo (SP).

Naquela época a justiça pediu informações sobre a localização de um fugitivo da justiça, mas o Facebook, dono do Whatsapp, não respondeu à polícia e por isso recebeu a suspensão de 48 horas. O dono do Facebook, Marck Zuckerberg, lamentou o ocorrido.

As cinco operadoras do país - Vivo, Oi, Claro, Tim e Nextel - já informaram que vão cumprir a determinação da justiça sergipana que vale para todo o território nacional. A multa para aquelas que não cumprirem é de R$500 mil reais. Todas as vezes que o aplicativo de troca de mensagens foi bloqueado, uma liminar foi usada para quebrar o efeito. Na primeira ocasião durou 24 horas a determinação.

Se o app ficar fora do ar durante todo o tempo, os usuários só poderão usa-lo novamente na quinta-feira. Segundo informações, o bloqueio vai acontecer às 14h (Horário de Brasília). Na última ocasião, várias pessoas migraram para o Telegram, um outro programa de mensagens. Já outras conseguiram mudar o seu endereço na web, chamado IP, para outro país e assim tiveram o programa liberado.

Colunistas