Minas registra 523.590 casos prov

Minas registra 523.590 casos prov
Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que, em 2016, até o dia 19, Minas Gerais registrou 523.590 casos prováveis de dengue e 229 óbitos; é importante ressaltar que houve uma diminuição dos casos prováveis divulgados neste boletim, em comparação com os do dia 06/09, em que foram registrados 525.452 casos; também na comparação com o blues o boletim anterior, número de casos prováveis de Chikungunya caiu de 831 para 818

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus está sendo atualizado quinzenalmente, devido à queda na taxa de incidência das doenças, característica desta época do ano. A SES-MG mantém seu Programa de Controle Permanente da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus e as ações permanecem ativas durante todo o ano.

Em 2016, até o dia 19/09/2016, Minas Gerais registrou 523.590 casos prováveis de dengue e 229 óbitos*.

É importante ressaltar que houve uma diminuição dos casos prováveis divulgados neste boletim, em comparação com os do dia 06/09, em que foram registrados 525.452 casos. Como as SES divulga os casos prováveis (confirmados + suspeitos) pode acontecer de alguns dos casos suspeitos não serem confirmados para a dengue e saírem da classificação neste novo boletim.

A partir desse boletim, a SES-MG adota a definição de caso provável de febre Chikungunya.

Nesta classificação estão incluídos todos os casos notificados para este agravo, exceto aqueles já descartados no sistema de informação.

Minas Gerais, até o momento, registrou 818 casos prováveis de Chikungunya.

É importante ressaltar que houve uma diminuição dos casos prováveis divulgados neste boletim, em comparação com os do dia 06/09, em que foram registrados 831 casos. Como as SES divulga os casos prováveis (confirmados + suspeitos) pode acontecer de alguns dos casos suspeitos não serem confirmados para a dengue e saírem da classificação neste novo boletim.

Já em relação à febre pelo Zika Vírus, foram registrados, até o momento, 15.130 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) em Minas Gerais. A partir do Boletim Epidemiológico divulgado no dia 24/08/2016, a SES-MG passou a adotar a definição de caso provável de Zika vírus (casos confirmados + suspeitos). Nesta classificação estão incluídos todos os casos notificados de zika vírus, exceto os casos já descartados no sistema de informação.

Em relação aos casos que envolvem febre pelo Zika em recém-nascidos com microcefalia, mães de recém-nascidos com microcefalia e gestantes, foram confirmados 893 casos de gestantes com doença aguda pelo Zika Vírus.

Fonte: Ascom SES

Colunistas