Conhe

Conhe
Doença já matou quatro pessoas em Minas Gerais

Pautando Minas - A Febre Maculosa, tifo exantemático ou febre do carrapato (como também é chamada), é uma doença que já matou quatro pessoas em Belo Horizonte. Apesar de ser tida como comum, as pessoas necessitam ter atenção aos sintomas.

No estado de Minas pelo menos 12 pessoas já contraíram a doença. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgou nesta última quinta-feira (22), que um homem de 54 anos da aeronáutica contraiu a doença (sendo o décimo segundo) depois de ter encontrado um carrapato em seu corpo quatro dias depois de ter feito um passeio na Pampulha.

A bactéria Rickettsia rickettsii é a responsável pelo mal. Contudo, ela não vive muito tempo fora do hospedeiro. O ser humano é um hospedereiro intermediário e isso contribui para não propagar pelo organismo.

O período de incubação da bactéria vai de 5 a 10 dias e normalmente na primeira semana o paciente já procura um médico. Os sintomas são: febre, náusea, vômitos, dor de cabeça severa, dores musculares e falta de apetite.


Com a evolução da doença, os sintomas se tornam mais específicos e podem incluir: exantema petequial (manchas por todo o corpo, inclusive na palma da mão e planta do pé), dor abdominal, dores articulares e diarreia.

O tratamento precisa ser iniciado com dois ou três dias dos sintomas, por isso é importante identifica-los e consultar um médico logo. Em caso de demora existe a possibilidade do comprometimento do sistema nervoso central, dos rins e pulmões, das lesões vasculares e levar ao óbito.

Quando a doença for diagnosticada, duas substâncias serão usadas: tetraciclina e cloranfenicol. A ideia é manter por 12 a 14 dias o uso, contudo, na primeira semana uma boa melhora já será notada.

Colunistas