Mantega sai da sede da Pol

Mantega sai da sede da Pol
Ex-ministro foi preso em momento que acompanhava sua mulher em um hospital

O ex-ministro Guido Mantega saiu há instantes da sede da Polícia Federal, em São Paulo, e foi visitar sua mulher, que está internada no Hospital Alberto Einstein.

As informações são do advogado José Roberto Batochio, que defende o ex-ministro. Mantega foi preso hoje pela manhã – dentro da Operação Lava Jato – e libertado mais tarde, por decisão do juiz federal Sérgio Moro, que revogou a prisão temporária do ex-ministro.

Ao justificar a decisão de mandar soltar Mantega, Moro afirmou que, diante do quadro de saúde da esposa do ex-ministro e como as buscas e apreensões de documentos nos endereços residenciais e comerciais dos investigados já foram feitas, não há mais a necessidade de mantê-lo detido, já que ele não pode mais interferir na coleta de provas.

Segundo o procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, o ex-ministro é acusado de ter solicitado ao empresário Eike Batista um montante de R$ 5 milhões para quitação de dívidas de campanha do PT. A Polícia Federal, com apoio da Receita Federal, investiga fatos relacionados à contratação pela Petrobras de empresas ligadas a Eike Batista para a construção de duas plataformas (P-67 e P-70) para a exploração de petróleo na camada pré-sal.

O advogado José Roberto Batochio negou as acusações e disse que a prisão de Mantega foi “absolutamente desnecessária”.

Da Agência Brasil

Colunistas