Astrof

Astrof
    Thaisa Bergmann ganhou recentemente o prêmio “Para Mulheres Na Ciência” (“For Women In Science”), por conta de sua pesquisa sobre buracos negros no espaço   

Pautando Minas - A astrofísica brasileira Thaisa Bergmann, professora da Universidade do Rio Grande do Sul, ganhou recentemente o prêmio “Para Mulheres Na Ciência” (“For Women In Science”), da Fundação L’Oréal em parceria com a UNESCO, por conta de sua pesquisa sobre buracos negros.

Atualmente na 17ª edição, essa premiação internacional é destinada a reconhecer e apoiar a contribuição científica de cinco laureadas, uma de cada canto do globo, anualmente. Thaisa representa a América Latina, e é a sexta brasileira a se juntar ao time de vencedoras.

“A visibilidade que o prêmio dá é incrível. É muito gratificante saber que todo meu esforço é valorizado”, diz Thaisa.

Além do prêmio principal, 15 pesquisadoras promissoras receberam o prêmio “Talentos Internacionais em Ascensão” (em inglês, “International Rising Talents”), que tem o objetivo de acelerar o avanço dessas mulheres na ciência.

Esses talentos foram escolhidos entre mais de 230 bolsas de estudo concedidas a cada ano nas edições regionais do programa, e a farmacêutica brasileira Carolina Andrade, da Universidade de Goiás, foi uma das reconhecidas por sua pesquisa para o tratamento da leishmaniose.

Com informações do Hypescience

Colunistas