Funcion

Técnicos-administrativos pediam melhores condições de trabalho

Pautando Minas - Funcionários da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) protestaram por melhores condições de trabalho na entrada do campus da Avenida Presidente Antônio Carlos nesta segunda-feira (12). Eles estão em greve desde agosto.

Os funcionários protestaram por cerca de 40 minutos e alguns alunos não conseguiram entrar para a aula. 

Eles reivindicam que o governo pare os ataques e o desmonte do Serviço Público e do Estado Social, através do ajuste fiscal e das propostas de limitação de gasto e congelamento de salários do governo federal e contra o projeto “Escola Sem Partido”.

"A nossa defesa é que a educação continue pública, gratuita e de qualidade. O governo ameaça a privatização da universidade e das instituições de ensino", pontuou o coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino (Sindifes), Mário Sérgio Santos Rosa.

Colunistas