Gastronomia de Minas Gerais recebe incentivo e investimento do Governo do Estado

Gastronomia de Minas Gerais recebe incentivo e investimento do Governo do Estado
Iniciativa pioneira potencializa a cadeia produtiva gastronômica e traz novidades em prol da regionalização do desenvolvimento

Considerada um cartão postal de Minas Gerais, a gastronomia faz parte da nossa história, da nossa cultura e do imaginário dos turistas do mundo inteiro. Sabores típicos dos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios — estão em evidência e caíram no gosto dos mineiros.

Em iniciativa inédita e estratégica o Governo de Minas Gerais, por meio da Codemig, realiza o Minas de Todas as Artes, Programa de Incentivo à Indústria Criativa. Lançado em agosto de 2015, os eventos e festivais vêm sendo realizados principalmente no interior e circuitos turísticos, atraindo cada vez mais amantes da culinária.

O investimento pioneiro no setor, que tem colaboração da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), visa levar ao público as riquezas gastronômicas mineiras, movimentar o fluxo turístico e fomentar a geração de emprego e renda da cadeia produtiva. Outro objetivo do programa é manter o posicionamento de Minas Gerais como um destino turístico gastronômico de referência no país.

Na primeira edição do Edital de Incentivo à Gastronomia a Codemig investiu R$ 1,5 milhão por meio do apoio a eventos nos territórios gastronômicos mineiros. 

O alto número inscrições, 72 no total, revelou como o setor vem se empenhando para se destacar. Os selecionados para os eventos gastronômicos destacaram 11 municípios mineiros: Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Divinópolis, Igarapé, Itabira, Juiz de Fora, Lambari, Nova Lima, São Gonçalo do Rio das Pedras e São João del-Rei.

Foram realizados 14 eventos ao longo do ano, relativos ao edital de 2015. Outros nove festivais vão acontecer até dezembro. Confira no quadro em destaque. O objetivo, neste ano, é dobrar o número de contemplados e distribuir os recursos em cada um dos 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado.

Até o final de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, além de audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

Prato da casa

Entre os festivais já realizados este ano estão o Prato da Casa (Divinópolis), no território gastronômico do Cerrado; Igarapé Bem Temperado (Igarapé); Brumadinho Gourmet (Brumadinho), ambos no território gastronômico Central; Festival de Gastronomia & Arte (Lambari); Festival de Cultura e Gastronomia Happy Hour (São João del-Rei), os dois localizados no território gastronômico Mantiqueira.

O Prato da Casa, realizado em Divinópolis, entre os dias 6 de julho a 6 de agosto, alcançou resultados satisfatórios. Segundo o coordenador do evento, Henrique Nunes, em 30 dias o evento atraiu mais de 50 mil pessoas e foram mais de 10 mil pratos comercializados, com 10 bares participantes.

Durante o Prato da Casa três receitas regionais foram premiadas. Os pratos escolhidos destacaram os sabores do Cerrado, mote do evento este ano. O Restaurante Peixe Dourado, com o prato principal Canastra Aqui, levou o primeiríssimo lugar: a receita típica é composta por medalhões de tilápia com bacon, acompanhado de espetinhos de tilápia recheado com hortelã, bolinhos de tilápia, arroz e banana da terra, e balinhas de café, servindo bem três pessoas.

O segundo colocado, regional e oriental ao mesmo tempo, foi o Restaurante Ohashi, com o prato Shiromi Maki Furai. Já o terceiro prêmio ficou com o Restaurante Churrasquinho do Raimundo, com o prato Rabicó. Os vencedores foram premiados com valores e viagens. A gastronomia permanece quente no local. Com o objetivo de despertar água na boca dos divinopolitanos os pratos participantes do festival serão mantidos no cardápio durante um ano para serem apreciados.

Festival de Gastronomia & Arte

O Festival de Gastronomia & Arte reuniu, entre os dias 21 a 24 de julho, em um mesmo espaço representantes da gastronomia de Lambari (restaurantes, bistrôs, pizzarias, cafés, hamburguerias, docerias). Ao todo, mais de 5.000 pessoas visitaram o evento durante os 4 dias.

Segundo o realizador Alexandre Coli Campos “o fomento da Codemig foi de grande importância para a cidade”, observa. Com a realização, contínua, “conseguimos dar um salto de qualidade, tanto na estrutura destinada ao público visitante quanto na publicidade do evento e capacitação das pessoas envolvidas”.

Nesta quinta edição, o evento teve a participação de 13 bares e restaurantes. O festival também teve premiação no III Concurso Gastronômico e os três pratos mais saborosos, escolhidos pelo público através de votação, foram vencedores.

O campeão foi o Sushi Caipira do Restaurante Calabreza, feito de lombo moído com ervas especiais envolto em tiras de bacon acompanhado de legumes salteados e molho agridoce. O segundo colocado foi o Rancho JS, com o prato Costela Suína à Moda do Rancho e em terceiro lugar a Pizza Gostinho da Roça, do restaurante Famiglia Sarpi.

A sexta edição do festival, em 2017, já está sendo trabalhada pela equipe de organização.

Incentivo à Gastronomia 2016

O Edital de Incentivo à Gastronomia 2016, lançado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur), está com inscrições abertas.

Interessados devem enviar suas propostas até o dia 17 de outubro de 2016. Clique aqui para ler o Edital de Incentivo à Gastronomia 2016 na íntegra, baixar os formulários e acessar outras informações.

O edital propõe apoio a projetos em três categorias: Festivais Gastronômicos (voltada para eventos que já realizaram pelo menos uma edição nos últimos três anos); Food Truck nos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (para eventos que reúnam pelo menos oito food trucks); e Novos Eventos, que pretende estimular a criação de novos festivais e iniciativas pelo Estado.

A iniciativa destina recursos à valorização da gastronomia no Estado, por meio do apoio a eventos nos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios.

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

O lançamento do Edital de Incentivo à Gastronomia da Codemig foi anunciado durante o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, um dos eventos gastronômicos mais importantes do país. Na sua 19ª edição, o evento mobilizou mais de 350 profissionais de gastronomia e atraiu, entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro, cerca de 40 mil pessoas de todo o Brasil.

Em 2016, o Governo de Minas Gerais esteve presente no festival com o espaço Minas de Todas as Artes. Uma parceria entre a Codemig, a Secretaria de Estado de Turismo, o Sebrae-MG e o Senac-MG. O local permitiu ao visitante conhecer, de maneira interativa, as etapas da cadeia produtiva da gastronomia.

Da Agência Minas

Colunistas